CRÍTICA À DOMINAÇÃO: UMA ANÁLISE A PARTIR DE PIERRE-JOSEPH PROUDHON, MIKHAIL BAKUNIN E PIOTR KROPOTKIN

  • Jorge Miguel dos Santos
  • Giovane Moraes Porto

Resumo

A presente pesquisa pretende analisar uma visão crítica sobre a dominação dos indivíduos inseridos em uma sociedade a partir de três espécies mais aparentes atualmente, estes indivíduos entendidos como individuais e invioláveis, a partir de uma crítica ao sistema contemporâneo. Tendo como principal referencial as construções teóricas de Pierre-Joseph Proudhon, Mikhail Bakunin e Piotr Kropotkin. Assim, o objetivo desta pesquisa é apresentar três espécies de dominação, e demonstrar que estas continuam atuando até o momento, mesmo que a análise inicial pelos autores indicados seja uma época aparentemente divergente da atual. Verificar-se-á como as três espécies de dominação tratadas no texto atuam sobre a vida do indivíduo. A metodologia utilizada será de caráter dedutivo a partir de pesquisa bibliográfica, principalmente no que concerne nas construções teóricas do anarquismo. É esperado chamar atenção dos juristas para o fato de que o anarquismo possui uma crítica desde o início de seu desenvolvimento, e as três espécies de dominação tratadas possuem uma construção histórica que podem ser observadas até o atual momento. 

Publicado
2020-12-09
Seção
Artigos