Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos <p>A <strong>Revista da Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde </strong>– ISSN 2448-4067 – é um periódico eletrônico semestral de acesso aberto e gratuito que se destina a promover a difusão e a divulgação do conhecimento a partir da publicação de resultados de <strong>pesquisas, experiências, estudos e discussões</strong> realizados por discentes e docentes vinculados à Cursos e Programas de Graduação e Pós-Graduação, presencial e EAD, de forma ampla e em diálogo com as diversas áreas do saber.</p> <p>A <strong>Revista da Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde </strong>não cobra taxas de editoração, submissão e/ou publicação dos(as) autores(as) e utiliza o <em>Open Journal Systems</em> (OJS), plataforma de código livre gratuito, para a administração e a publicação dos artigos aprovados pela Comissão Editorial.</p> pt-BR revistasunifcv@unifcv.edu.br (Oyama Braga Martins Netto) biblioteca@unifcv.edu.br (Mara Regina Colafatti) Mon, 19 Jul 2021 17:47:15 +0000 OJS 3.3.0.7 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 EXPEDIENTE https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/317 <p>A Revista da Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde – ISSN 2448-4067 – é um periódico eletrônico semestral de acesso aberto e gratuito que se destina a promover a difusão e a divulgação do conhecimento a partir da publicação de resultados de pesquisas, experiências, estudos e discussões realizados por discentes e docentes vinculados à Cursos e Programas de Graduação e Pós-Graduação, presencial e EAD, de forma ampla e em diálogo com as diversas áreas do saber. A Revista da Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde não cobra taxas de editoração, submissão e/ou publicação dos(as) autores(as) e utiliza o Open Journal Systems (OJS), plataforma de código livre gratuito, para a administração e a publicação dos artigos aprovados pela Comissão Editorial.</p> Oyama Braga Martins Netto Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/317 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 EDITORIAL https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/318 <p>Sejam bem vindos(as) à Revista da Pós-Graduação que completa, com este número, mais um ano de presença entre as publicações científicas eletrônicas cumprindo seu importante papel na articulação entre pesquisa, ensino e extensão bem como instrumento de difusão e divulgação de trabalhos e pesquisas científicas desenvolvidas por discentes e docentes no âmbito dos cursos de Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde.</p> <p>Decorreu muito tempo desde a última publicação da Revista da Pós-Graduação, em 2019. Com a excepcionalidade corrente da pandemia de SARS-CoV-2 e todos os percalços e mudanças a que enfrentamos desde meados de fevereiro/março de 2020, levaram o UniFCV a se concentrar no manejo das mais diversas situações, demandas e condições, o que infligiu um grande atraso nos editais, nos processos de submissão e consequentemente, nas publicações referentes ao ano de 2020.</p> <p>No início de 2021, a Revista da Pós-Graduação retomou a sua missão impulsionada por uma chamada extraordinária (Edital nº003/2021- DPG) para recepção de trabalhos científicos originais a serem publicados nas edições de 2020. Renovamos nosso corpo editorial e reiniciamos os processos de submissão, avaliação e editoração e temos procurado melhorar continuamente a apresentação e qualidade dos artigos que chegam às mãos de nosso leitor, com a significativa e importante contribuição de todos aqueles(as) que dedicam parte de seu valoroso tempo às atividades da Revista, desde os avaliadores até a equipe de comunicação, endomarketing e eventos da instituição. À todas e a todos, agradecemos de coração.</p> <p>Espera-se que a confiança depositada na Revista da Pós-Graduação, ano a ano, e agora nesta nova edição como um meio eficiente para a socialização e divulgação desses resultados de pesquisa, se renove continuamente, oportunizando uma maior visibilidade aos estudos e à produção acadêmica no âmbito dos cursos de Centro Universitário Cidade Verde.</p> <p>Boa leitura!</p> <p> </p> <p>Oyama Braga Martins Netto</p> <p><strong>Coordenação Editorial</strong></p> Oyama Braga Martins Netto Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/318 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 IDENTIFICAÇÃO E INCLUSÃO DE ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES E SUPERDOTAÇÃO NO ENSINO REGULAR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/316 <p>É possível observar o crescente interesse na atualidade sobre a inclusão de alunos com altas habilidades e superdotação em escolas regulares. Estes educandos apresentam características que os fazem se destacar em relação ao desempenho em algumas atividades realizadas. Todavia, a falta de diagnóstico pode gerar muitos conflitos no ambiente escolar, bem como, desmotivar estes discentes por não receberem os estímulos necessários para o seu desenvolvimento, podendo suscitar ao abandono dos estudos. Assim, na busca do desenvolvimento em sua integralidade, é indispensável um atendimento educacional especializado garantindo a assistência necessária e o encaminhamento para utilizar recursos e métodos que contemplem as áreas a serem desenvolvidas. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é analisar a importância da identificação de alunos com altas habilidades e superdotação no ensino regular, procurando contemplar suas necessidades e desenvolver suas habilidades de forma que possam se sentir pertencente ao meio escolar. Identificando as características que possam evidenciar algum vestígio de altas habilidades e superdotação, e assim, conhecer as possíveis ferramentas metodológicas disponíveis para o desenvolvimento destas habilidades, bem como, a capacitação dos professores para identificarem e utilizarem metodologias de ensino que contemplem as necessidades destes educandos. Sendo necessária para isto, inicialmente uma coleta de dados, para a realização da pesquisa exploratória baseada em revisão bibliográfica sobre o tema. Após este levantamento concluiu-se que para a inclusão de alunos com altas habilidades e superdotação é necessário detectar as características que distinguem estes educandos dos demais, através da capacitação dos educadores para que possam reconhecer e encaminhá-los na busca do diagnóstico correto, possibilitando através da utilização de metodologias adequadas desenvolver as potencialidades e motivar estes educandos, buscando amenizar os possíveis problemas que podem ser ocasionados através da falta de assistência correta para estes alunos. &nbsp;</p> Patrícia Aline Barbosa Borges Titato, Fabiane Fantacholi Guimarães Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/316 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 INVESTIMENTOS EM RENDA FIXA E A RELAÇÃO COM OS ÍNDICES DE INFLAÇÃO https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/312 <p>O presente artigo teve como objetivo analisar os aspectos inerentes dos ativos de renda fixa com a inflação. Para tanto, foi necessário desdobrar os conceitos sobre os ativos de renda fixa, de forma, a saber, qual a relação existente de rentabilidade e valor da moeda no tempo, relacionado com esses ativos. Por fim, também foi necessário levantar dados e informações de forma que se estabeleça essa relação. Tal estudo é importante para subsidiar os agentes econômicos na aplicação dos recursos financeiros em um cenário de alta volatilidade dos preços, bem como ter um entendimento sobre a lógica existente na formação de poupança e aplicações de recursos financeiros. Nos conceitos revisados, percebe-se que a definição da forma de rentabilidade contribui para trazer esclarecimentos essenciais da inflação com os retornos de ativos de renda fixa. Desse modo, verificou-se que os títulos pré-fixados possuem uma relação maior com a inflação, quando apresenta um cenário de redução da taxa de inflação. No que se refere a correlação, verificou-se que há uma correlação positiva entre as aplicações pós-fixadas e pré-fixadas com a inflação, o que caracteriza a rentabilidade maior desses ativos em relação ao valor do dinheiro no tempo, mas de forma fraca.</p> Reginaldo Gomes Valentin, Antonio Carlos Lázaro Sanches Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/312 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 A IMPORTÂNCIA DO TEATRO EM SALA DE AULA https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/313 <p>O teatro consiste em uma das linguagens da arte que constitui a própria história do homem e da comunicação humana, viabiliza possibilidades de vivência e de ressignificação dos sentimentos e situações concretas, fantasiadas ou imaginadas pelo ator, assim é possível verificar a importância e a qualidade desta linguagem artística que pode ser utilizada no processo de ensino aprendizagem como meio para desenvolver seu o senso crítico e autoconsciência do educando. Embora o teatro configure um importante instrumento pedagógico denota-se que é pouco utilizado no espaço escolar, pois exige formação docente na área, inclusive o despreparo referente a metodologia é um reflexo da ausência de formações continuadas ofertadas pelo Estado. Este estudo objetiva explanar acerca dos benefícios, bem como, sobre a importância do teatro, como prática pedagógica em sala de aula. Compreende-se que o teatro contribui para o desenvolvimento da imaginação, criatividade, criticidade e autonomia, além de auxiliar na resolução de situações-problema com base na vivência e na ressignificação. Dessa forma, entende-se que o teatro representa uma ferramenta essencial que deve ser estudada e praticada no espaço escolar na atuação docente.&nbsp;</p> Rebecca Tavares Nishimura Abreu, Daniella Domingues Alvarenga Marques Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/313 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 DA FILIAÇÃO E AS NOVAS CONFIGURAÇÕES FAMILIARES https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/314 <p>O presente artigo não tem o intuito de segregar todo conhecimento que abrange o tema da filiação e as novas configurações familiares, mas de uma maneira sucinta, de forma introdutória, iniciar o debate, apresentando a família tradicional e as mudanças que ocorrem na sociedade, que com o decorrer do tempo são tuteladas pelo direito e se tornam normas de eficácia plena e erga omnes, isto é, contra todos, reforçando a laicidade do estado em atender todas as classes de pessoas, preferências, costumes e crenças, logo que a norma é posta, que se cumpra por toda a sociedade. Destacamos neste ínfimo trabalho, as últimas mudanças no direito civil, o direito de filiação de uma pessoa de ter a possibilidade de ter dois ou mais pais em seu registro de nascimento, que é chamado de pai socioafetivo e ainda tem o poder de participar do direito sucessório em concorrência com os filhos germanos, uterinos, consanguíneos e os naturais, dentre outros. A coparentalidade, multiparentalidade dentre outros termos utilizados para definição de novas formações familiares. Ainda contempla os diferentes tipos de casais e em realce, está o casamento entre pessoas do mesmo século e a união estável com direitos semelhantes ao casamento tradicional. Muito embora o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha autorizado o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a constituição federal continua a dispor de forma contrária, ou seja, não o autoriza e só permite o casamento entre homem e mulher, mas é uma mutação constitucional que foi alterado o entendimento para abranger estes novos tipos de famílias. Na prática, já existia no meio da sociedade, mesmo com um certo preconceito, pois estavam desprovidas de legalidade, causando grandes aborrecimentos na assistência previdenciária e a sucessão.&nbsp;Enfim, longe de&nbsp; querer esgotar o assunto, mas apenas&nbsp; um convite ao debate nestes temas que se tornaram tão polêmicos na atualidade, mas que vai se amoldando ao ritmo da sociedade e o preconceito desaparecendo com o tempo.</p> José Carlos Monteiro, Josyane Mansano Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/314 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000 EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO NO CAMPO https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/315 <p>Historicamente a educação especial assim como a dos povos do campo sofreram inúmeras barreiras para se realizar dentro de espaços institucionalizados, de maneira que sirva para emancipar seus sujeitos. Atualmente a legislação prescreve o atendimento educacional especializado para alunos portadores de necessidades educacionais especiais matriculados na rede de ensino regular a fim de contribuir para promoção do desenvolvimento da escolarização desde a educação infantil ao ensino superior. O objetivo deste estudo foi analisar a educação especial na perspectiva da inclusão em sua transversalidade com a educação do campo. Os resultados revelam a existência significativa de matrículas de alunos com necessidades especiais que até então estavam totalmente excluídos. Observou-se muitas dificuldades em efetivar as politicas prescritas para essa demanda, uma necessidade de aprofundamento teórico e mudanças na pratica em nível ideológico e cultural de toda comunidade escolar, principalmente no campo.</p> Alessandra Lima Amma, André Dias Martins Copyright (c) 2021 Revista da Pós-Graduação do Centro Universitário Cidade Verde https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR https://revista.fcv.edu.br/index.php/revistapos/article/view/315 Mon, 19 Jul 2021 00:00:00 +0000